Como envolver as crianças em uma prática de atividade?

por: Amanda Mota
em: 10/10/2018


Desde muito cedo já tentamos encaixar nossos filhos na rotina da casa, com horário para dormir, para comer, tomar banho e fazer outras atividades. Com o início da vida escolar, os horários são ainda mais específicos e a criança passa a ter uma série de tarefas também para executar.

Muitos pais acabam planejando uma rotina com várias atividades, na melhor das intenções, com o intuito de preencher o dia e não deixar a criança ociosa, no entanto, esse tempo livre é bem importante para que ele desenvolva habilidades como a autonomia e a criatividade, que são muito estimuladas quando uma criança brinca sozinha ou com outra criança, porém sem um direcionamento vindo de um adulto.

Outro ponto importante é adequar a atividade com os gostos e a faixa etária da criança, para que ela se sinta capaz de se desenvolver e para que tenha realmente prazer naquilo que esta sendo proposto.

Desde muito pequenos, quando começam a andar, já é possível ser proposto alguns tipo de brincadeira. É o que a Dança Materna propõe na turma de Andantes, que vai até os 3 anos do bebê. São alternados os momentos de chão e colo, de forma lúdica, respeitando os novos interesses e habilidades do bebê e aproveitando sua curiosidade para explorar o contato com a mãe, o pai, com os outros bebês e com materiais divertidos para brincar e dançar. O toque, o aconchego e a proximidade continuam sempre presentes.

Proporcionar experiências lúdicas aos bebês é uma ótima forma de estímulo positivo, para que futuramente eles se interessem por algo que trabalhe a parte física, saindo um pouco da frente das telas de TVs, computadores e tablets.

E é justamente a ludicidade que vai atrair essas crianças a se interessarem e continuarem nas aulas. A partir dos 4 anos algumas modalidades já podem ser praticadas por elas, sem os pais, como é o caso do Ballet Baby. Importante dizer que nessa idade nós não esperamos que o pequeno decore coreografias ou saia dançando simplesmente. As aulas tem um tom de brincadeira porém já passando conceitos através de estímulos a imaginação. Os braços viram árvores, os pulinhos são iguais aos da pipoca e correr se parece com o vento, por exemplo.

Após os 5 anos o leque de possibilidades aumenta um pouco e modalidades como o Yoga (para trabalhar a concentração), o Pilates (que é ótimo para postura), a Zumba (para quem precisa se exercitar), Hip Hop e Video Dance (para os que gostam de dança e querem algo diferente) passam a ser opções.

O Ballet, o Jazz e o Sapateado também são modalidades bem procuradas pelas famílias, por serem mais conhecidas e populares até mesmo entre os adultos, é mais fácil associar como seria uma aula para crianças.

Para aqueles que gostam de desenvolver várias funções, a turma de Teatro Musical envolve canto, dança e interpretação. Um verdadeiro show!

Cada modalidade tem sua particularidade e vocês podem, juntos, eleger uma (ou mais) que tenha mais a ver com o perfil da criança, aliada a outras questões importantes como horário, deslocamento, etc.

Todas essas atividades promovem o conforto físico e emocional da criança, trabalhando coisas importantes para essa faixa etária como a coordenação motora, o equilíbrio e o reflexo. Além disso, a criança começa a ter noções de disciplina e organização, assim como concentração e memória.

O ideal seria que a criança experimentasse a aula antes de iniciar a modalidade, para que depois ela não se arrependa, mas tenha em mente também que conforme o tempo passa os gostos podem ir se modificando de acordo com o ambiente, com a influência dos amigos e da família ou até por novas descobertas feitas por eles.

Então para que a atividade não se torne massante e vire um problema na rotina, pense que o mais gostoso é que essa hora seja de relaxamento, de diversão mesmo. A infância é uma linda fase da vida e que todos nós temos saudades, então ao invés de pensar em montar um currículo já desde tão cedo, permita-lhe o prazer da experimentação até encontrar um caminho a seguir.

Se a criança se identificar com o que é proposto nas aulas, vai começar também um outro processo bem importante pra nós, que é o de criar laços afetivos, seja com o professor ou com os amigos de sala, tornando o ambiente agradável e quase como uma extensão de casa, como o quintal onde ele pode brincar, sem se preocupar!

Traga seu amor para conhecer a escola.

Você pode navegar com ele pelas modalidades clicando aqui e já ir checando o que encaixa melhor.

Depois é só entrar em contato e vir fazer uma aula com a gente!

Não deixe de acompanhar nossos outros canais. Novos conteúdos relevantes todos os dias:

matérias relacionadas

Teatro Musical Infantil

Em qual aula de dança eu coloco meu filho/minha filha?

Yoga para crianças!

Ritmo e musicalidade para crianças!

Qual a idade ideal para se começar uma atividade na infância?

nossas aulas

Escola de Dança - Nossas Aulas

aulas

Confira nossa grade de aulas completa

Escola de Dança

danças

Em casal, individual e muito mais

Aulas - Diferenciadas

diferenciadas

Serviços especializados para você

Aulas - Fitness

fitness

Cuide do seu corpo e da sua mente

Aulas - Infantis

infantis

Atividades para suas crianças

Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter para receber novidades e promoções exclusivas: