Resgate a sua deusa interior

por: Amanda Mota
em: 22/08/2018


De uma forma geral, os padrões estéticos impostos pela sociedade estão longe de serem a realidade da maioria das mulheres. Há uma cobrança muito grande em torno do universo feminino com relação a beleza, no entanto nunca é avaliado que o que é bonito para uma pessoa, pode não ser para outra e vice versa.

E é por isso que existe a diversidade, e que bom que ela existe! Imagina que tédio seria se todos fossemos iguais?

Ainda assim, algumas mulheres não conseguem aceitar ou gostar do corpo da forma que ele é e isso gera uma série de bloqueios e as vezes até traumas em várias áreas da vida. Deixam de frequentar lugares, não compram determinado tipo de roupa, tem problemas de autoestima, timidez, entre outras coisas.
Se você está incomodada com algo em você, é claro que é possível fazer algo para se sentir melhor, mas não somente para se enquadrar em algum padrão, faça por você.

Dietas milagrosas, tratamentos estéticos infinitos, horas e horas de exercícios físicos massantes que geram somente mais ansiedade e às vezes até frustração por não atingir o que você esperava.

Se você já tentou tudo isso e ainda continua querendo fazer as pazes com o espelho, talvez seja o momento de você olhar para dentro de você e conhecer um pouco mais da sua essência.
O feminino traz uma força incomparável. Dentro de cada mulher habita um poder enorme e que muito provavelmente só está adormecido, por uma série de imposições da sociedade.

“Sermos nós mesmos faz com que acabemos excluídos pelos outros. No entanto, fazer o que os outros querem nos exila de nós mesmos.” Trecho do livro Mulheres que Correm com os Lobos, de Clarissa Pinkola Estés, que nos mostra a importância de manter nossa autenticidade, nos afastando assim de pessoas negativas.

Quando falamos sobre esse olhar de dentro para fora é preciso falar sobre autoconhecimento antes de tudo. Saber suas limitações sim, mas principalmente explorar o melhor que há em você. Trazer a tona todo esse poder e emponderar suas atitudes.

A conexão e proximidade com outras mulheres pode ajudar muito nesse processo. Unidas, a troca de experiência é maior e ganhamos força para enfrentar os medos, barreiras e obstáculos.
Realizar uma atividade regular que traga essa conexão, essa reflexão, também ajudará a trazer a tona sua essência.

A Dança do Ventre, que tem origem Oriental, tinha por objetivo preparar o corpo da mulher para se tornar mãe, em um ritual para as deusas. Quer algo mais feminino que isso?

Como o próprio nome diz, o ventre tem papel fundamental e é extremamente utilizado nos movimentos, o que traz benefícios físicos pois melhora a incidência de tensões pré-menstruais, facilita o processo digestivo e diminui cólicas. Também está associado a energia, fazendo um paralelo com a gestação, é aqui onde conseguimos também trabalhar nossa criatividade, como uma gestação interior, e melhorar a timidez, pois com o passar do tempo, as coreografias individuais vão ganhando vez trazendo um maior conhecimento do seu próprio corpo.

Você desenvolverá sua coordenação motora através de movimentos sinuosos, alternando entre a leveza e o impacto. Alongamento, flexibilidade e uma boa dose de diversão estão inclusos no pacote.

A sensualidade é, sem dúvida, desenvolvida e muito lembrada quando falamos da Dança do Ventre e é um ponto importante a ser trabalhado para quem quer se reencontrar. Ser sensual vai muito além do corpo. São gestos, atitudes, até mesmo o olhar. Nas danças individuais podemos realmente ver o quanto o corpo fala.

Para que haja essa conexão, uma coisa é fundamental: entrega! De nada adianta fazermos algo em que não acreditamos. Então se você se propôs a fazer algo, se entregue, afinal ninguém é obrigado a nada.
Sentir os movimentos e ouvir seu corpo. No começo pode ser difícil coordenar os passos, mas aos poucos você vai ganhando confiança. E não precisa ter vergonha, comece em uma turma iniciante se for o caso, lá você encontrará outras mulheres que estão em busca das mesmas coisas em um ambiente totalmente democrático, onde não é exigido o corpo perfeito nem uma movimentação precisa.

Aqui na escola, oferecemos a possibilidade de turmas durante a semana (às terças) tanto para iniciantes como para quem já praticou ou ainda aos sábados (nesse caso somente para iniciante). As aulas tem 1:30h de duração e trazem uma bagagem riquíssima sobre o universo feminino.

Alguns instrumentos também são estudados, assim como a história de cada dança e, aos poucos, elementos como o véu, os snujs e o said são apresentados.

Agende uma aula experimental grátis e venha se apaixonar por você!

Veja mais informações sobre horários e valores clicando aqui!

Foto: Professora Paula Trigueiro

Não deixe de acompanhar nossos outros canais. Novos conteúdos relevantes todos os dias:

matérias relacionadas

Cuidar de si para ser feliz

Aulas Adaptativas

Tendência, moda e estilo também fazem parte da dança!

Dança Contemporânea

Stiletto – charme, elegância e poder!

nossas aulas

Escola de Dança - Nossas Aulas

aulas

Confira nossa grade de aulas completa

Escola de Dança

danças

Em casal, individual e muito mais

Aulas - Diferenciadas

diferenciadas

Serviços especializados para você

Aulas - Fitness

fitness

Cuide do seu corpo e da sua mente

Aulas - Infantis

infantis

Atividades para suas crianças

Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter para receber novidades e promoções exclusivas: