Quem não gosta de Samba?

Quem não gosta de Samba?

por: Amanda Mota

Quando falamos em Samba, quase que instantaneamente nos vem à cabeça a imagem do malandro carioca. A música é derivada de ritmos e melodias africanas, no entanto, esse personagem foi de extrema importância na construção do Samba de Gafieira.

Conta-se que um homem, vestido de terno branco, sapatos preto e branco, camisa listrada e chapéu e circulava pelos arcos da Lapa, no Rio de Janeiro.

Ele levava em seu bolso uma navalha para proteger sua dama. Chegando no baile, dava espaço para que ela se exibisse no salão e com os braços abertos, a protegia para que nenhum outro homem a chamasse para dançar.

Os braços abertos, o caminhar em volta da dama ou com as pernas paralelas, como sem andasse em linha, trouxeram as primeiras movimentações de passos que usamos até hoje nessa modalidade de dança.

Na Dança de Salão, o Samba de Gafieira é um dos ritmos mais populares e mundialmente conhecido. Dançado a dois, ele exige bastante técnica mas com o tempo os dançarinos vão ganhando confiança para improvisar e enfeitar.

Dia 07 de maio iniciaremos uma turma nova para quem quer aprender, do começo. A turma iniciante de Samba de gafieira será todas as segundas, 21h.

Sobre o professor Rogério Almeida:

Começou na dança em 2009, acompanhando o profissional Eraldo Alves. Em 2011 ingressou como bolsista na escola Jaime Arôxa e na Cia de Dança Renato Veronezi onde permaneceu até 2014. Desde então passou por várias escolas como, Boombox, Universo da Dança, Peralta e Force Fit.

Hoje segue seu estilo ministrando aulas em congressos e escolas de dança. Se mantém atualizado participando da Companhia e Grupo de Estudos Vanessa Jardim e Rubia Frutuoso.

Para mais informações sobre essa turma: clique aqui.
Você também pode agendar sua aula experimental pela Whatsapp: 11 97711-9282.



Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter para receber novidades e promoções exclusivas: